Como diminuir custos?

Como diminuir custos?

Janeiro 26, 2018 Artigo Uncategorized 0

Com o mercado saindo da penúria e retomando seu áureos tempos de crescimento, dois assuntos estão presentes em 10 de 10 empresas: a importância da tecnologia da informação e a necessidade da redução de custos.

Mas faz sentido eles estarem relacionados? Sim! Pelo simples fato de que uma forma eficaz para se diminuir gastos na empresa é através da manutenção dos equipamentos de Tecnologia da Informação (Ti). Quando se trata de reduzir os custos, grande parte dos gestores jogam holofotes nos cortes de gasto com pessoal, acreditando que encerrando processos e produtos considerados estratégicos no PDV. Sabemos o quão onerosos são estas despesas, com impacto significativo no fluxo de caixa da empresa, mas o simples corte não será sua melhor solução.

A médio prazo, sua companhia terá perda nos seus resultados, trabalhando com redução de equipe, temos a sobrecarga de trabalho e consecutivamente ela se torna menos produtiva. Os processos se tornam mais lentos, morosos e com custo maior, além de comercializar menos produtos e serviços. Como seu resultado a queda brusca em sua margem de lucro.

De nada adianta cortar custos, se o preço a pagar é deixar de ser eficiente sua empresa.

O ponto de equilíbrio para redução dos gastos, trata-se de administrar bem as despesas que acabam passando desapercebidas, por serem pequenas, mas que podem e devem ser otimizadas para a melhora da saúde financeira da empresa, não conseguido perda de produtividade.

Com base nesta realidade, a manutenção dos equipamentos de Ti acaba sendo um desses custos desapercebidos. Hoje é possível organizar para melhor otimizar os custos nessa área, conseguindo bons resultados para sua empresa.

1. Atualize os softwares constantemente

Os softwares são os programas responsáveis por fazer com que os equipamentos funcionem da melhor maneira possível.

2. Faça a manutenção preventiva

Equipamentos que não passam por manutenção preventiva, podem apresentar problemas. Além de ficarem indisponíveis para uso, durante um certo tempo, o conserto ainda ficará bem mais caro do que o custo de se seguir o cronograma de manutenções.

3. Elabore um mapeamento de custos

Com isso você consegue realizar a alocação mais eficiente de recursos para manutenção, reduzindo custos com serviços desnecessários. Essa gestão ajuda muito, principalmente na questão da manutenção preventiva.

4. Organize os softwares

A maioria dos softwares funciona por meio de licenças especiais de utilização. Ou seja: a empresa compra o software, mas precisa pagar para utilizá-lo. E essas licenças precisam de uma renovação, cuja periodicidade varia de acordo com o fabricante.

Com um contrato de manutenção bem-feito, sua empresa minimiza custos inesperados, contando com agilidade em seus processos internos, deixando sua empresa focada no que somente ela sabe fazer, assim você terá seus equipamentos sempre funcionando, com o máximo de seus desempenho.

Nosso intuito é de esclarecer que toda manutenção de equipamento esconde custos, que se cortados pela sua preventiva irão significar em um grande diferencia para a empresa na redução de gastos, podendo investir em outras áreas.

“O que faz andar o barco não é a vela enfunada, mas o vento que não se vê.” Platão

Ti não se vê mas ela com certeza move o seu negócio! Este grande pensamento do filósofo, se aplica perfeitamente nos dias atuais de sua empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *